A aliança de Deus com Noé – Gênesis 8 e 9.1-19.

By 15 de setembro de 2021Escola Dominical

História 6 – A aliança de Deus com Noé – Gênesis 8 e 9.1-19.

Texto: Elias Barbosa da Silva

Revisão: Pastor Alexandrino Moura

Vimos na história anterior que Deus estava profundamente decepcionado com a maldade da humanidade e por isso decidiu destruí-la por meio de um dilúvio. Mas ele escolheu Noé e sua família para dar continuidade aos Seus planos de salvação da humanidade. Noé foi ordenado a construir uma grande arca, onde entraria com sua esposa, seus filhos e as esposas de seus filhos. E ainda um casal de cada espécie de animal de acordo com as instruções de Deus, entraria na arca para serem usados para repovoamento da terra.

A Bíblia diz que romperam-se todas as fontes de águas na terra e no céu. As águas subiram tanto que chegaram a ficar mais de seis metros acima dos montes. Todos os seres em que havia fôlego de vida morreram.

Mas a arca que Deus, em sua sabedoria, ordenou que Noé fizesse vagava por sobre as águas. Imaginem! A arca tinha aproximadamente 140 metros de cumprimento; 23 metros de largura e 13,5 metros de altura. Ela tinha três andares para abrigar os diferentes tipos de animais além de Noé e sua família.

No estado do Kentuck, nos Estados Unidos, foi construída uma réplica da arca com base nas dimensões apresentadas na Bíblia.

Em Hebreus 11.7 nós lemos: “Pela fé, Noé, divinamente instruído acerca de acontecimentos que ainda não se viam e sendo temente a Deus, aparelhou uma arca para a salvação de sua casa; pela qual condenou o mundo e se tornou herdeiro da justiça que vem da fé.”

Noé confiou em Deus e foi um instrumento usado por Deus para condenação dos homens daquela época e para salvação da linhagem do nosso Salvador Jesus Cristo.

O dilúvio durou quarenta dias e as águas permaneceram sobre a terra por 150 dias. Deus então, sabendo que Noé, sua família e os animais estavam na arca, fez soprar um vento sobre a terra e as águas baixaram.

Depois de quarenta dias, Noé abriu a janela que tinha na Arca e soltou um corvo (um pássaro preto), mas esse pássaro ficava indo e voltando, o que mostrava que não via terra seca ainda para ele pousar. Depois Noé soltou uma pomba para ver se já havia terra seca, mas a pomba não achou onde pousar e por isso voltou para a arca. Noé esperou mais 7 dias e de novo soltou a pomba para fora da arca.

À tarde, ela voltou para Noé e trazia uma folha nova de uma árvore chamada oliveira. Isso já era um sinal de que a terra já estava aparecendo. Noé esperou mais sete dias e soltou a pomba, e desta vez a pomba não retornou a ele, e assim ele entendeu que ela encontrou um lugar para morar.

Com certeza Noé e sua família, e imagino que até mesmo os animais estavam muito ansiosos para sair da arca, mas Noé ainda esperou pela ordem de Deus. Finalmente depois de mais ou menos um ano, Deus ordenou que Noé e toda sua família saíssem da arca e também os animais.

Para mostrar sua gratidão e obediência a Deus, Noé construiu um altar e ofereceu uma oferta de sacrifícios a Deus. Deus se agradou dos sacrifícios de Noé e disse que não iria mais destruir a terra por causa do homem. Ele disse que a terra iria continuar dando seu fruto  e tendo todas as suas estações.

Deus também abençoou Noé e os seus filhos e disse para eles multiplicarem e encherem a terra. Vejam que aqui é como se fosse uma nova criação. Quando Deus criou Adão e Eva disse para eles se multiplicarem e encherem a terra. Agora, depois da punição de Deus aos homens por causa da maldade em seus corações, Deus está dando uma chance de recomeço. Mas não seria igual ao que foi no Paraíso com Adão e Eva. Muitas coisas mudaram e mesmo Deus renovando a aliança com o homem, os efeitos do pecado ainda estariam atrapalhando nosso relacionamento com Deus e com o próximo.

Na aliança que Deus fez com Noé e seus filhos ele disse que a terra nunca mais seria destruída com dilúvio e lhe deu um sinal para que ele soubesse que Deus sempre é fiel em suas promessas. Esse sinal é o Arco-íris. O Arco-íris já existia antes do dilúvio, mas agora a função dele é de servir de lembrete da fidelidade de Deus e de suas promessas feitas naquele dia. (Gênesis 9.8-17).

Todas as vezes em que o Arco-íris aparece no céu, é um sinal da fidelidade de Deus e de sua aliança com toda a criação. Os filhos de Noé que saíram da arca foram Sem, Cam e Jafé. A partir deles se encheu toda a terra com novos habitantes. Um novo recomeço e vamos ver como continuou a história da humanidade nas próximas histórias.

A salvação de Noé foi parte do plano de salvação de Deus não apenas para salvar Noé, mas para cumprir propósitos maiores de salvação para todos aqueles que creem em Deus. Quando nós vemos o Arco-íris, devemos não apenas lembrar da salvação do julgamento do dilúvio, por meio da arca, mas devemos nos lembrar da Salvação perfeita provida por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador.

Que Deus nos abençoe.

Perguntas para fixação de aprendizagem

1 – Na primeira vez que Noé soltou a pomba, ela voltou para arca. Você sabe por que ela voltou?

2 – O que Noé fez logo depois que ele saiu da arca?

3 – Qual o significado do Arco-íris?

4 – Você já viu um Arco-íris?

MATERIAL DE APOIO A ELABORAÇÃO DAS HISTÓRIAS

1 – Bíblia de Estudo de Genebra.

2 – Marty Machowski. The Gospel Story Bible: discovering Jesus in the Old and New Testaments. New Growth Press, Greensboro, NC (USA). 2011

3 – S. G. De Graaf, Promise and Deliverance (vol. 1). Paideia Press. St. Catharines. Ontario (CA) 1977

4 – Matthew Henry. Comentário Bíblico – Volume I – de Gênesis a Deuteronômio. CPAD. 4ª Impressão, 2017

5 – João Calvino. Comentário no livro de Gênesis. Volume 1. CLIRE, 1ª Edição, 2018